Somos capazes de entregar o que mais amamos em prol de Deus?